quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Agilismo em perigo?

Há poucos dias James Shore, um dos grandes nomes do agilismo mundial (autor do ótimo The Art of Agile Development), escreveu um polêmico post em seu blog, chamado "The Decline and Fall of Agile" e suscitou um monte de polêmica. Eu concordo com o que ele escreveu em praticamente tudo.

Meses atrás, o Ivan Sanchez havia levantado, ainda que de modo menos incisivo, a mesma coisa em seu blog em português. Hoje, ele voltou a postar reivindicando o pioneirismo e reafirmando suas posições. Neste post há também links para a repercussão do artigo do Shore na blogosfera brasileira. Aliás, o post também traz a promessa de se manter atualizado quanto aos links para a repercussão, portanto fique de olho.

O Uncle Bob (Robert C. Martin) também se manifestou a respeito, discordando em certa medida das posições de Shore.

Pessoalmente, tendo a concordar com o Shore. A culpa não é do Scrum, certamente. Mas agilismo é como uma faca: é um excelente instrumento, mas não é bom que fique nas mãos de crianças nem de psicopatas. O problema é que Scrum, por ser fácil de compreender e ter forte apelo gerencial, tem sido vendido e comprado por crianças (sem avisar que elas deveriam crescer antes de utilizar) e psicopatas (sem um devido tratamento psiquiátrico). E aí não há boa vontade que impeça a faca ágil de fazer o que não deveria: mutilar o próprio usuário e qualquer um que esteja por perto.

2 comentários:

Hugo Lopes Tavares disse...

O post me fez lembrar duma história que eu ouvi de um cara que chegou pro Erich Gamma, bem contente, e disse algo do tipo:
"O Design Patterns é fantástico, consegui usar todos os 23 padrões num projeto da empresa em que eu trabalho"

E o Gamma disse mais ou menos assim:
"Sinto-lhe informar, mas eu acho que é um péssimo sistema" e disse que ele nunca usou os 23 padrões em um só projeto!

Provavelmente há algo em excesso ali, algo que não foi usado como deveria e tem nego que mete o pau em algo por não usar da melhor forma/não saber usar direito.

Imagina esse cara que usou os 23 padrões, por exemplo, o sistema poderia ter ficado um lixo e o cara sair xingando os padrões. Mas a culpa foi de quem, afinal? Quem escreveu os padrões ou quem usou de forma errônea?

"Do you want to know the real secret behind writing good software? Do you want to know the process that will keep your code clean? Do you want the magic bullet, the secret sauce, the once and for all one and only truth?

OK, here it is. Are you ready? The secret is…
The secret is…

Do a good job.

Oh, yeah, and stop blaming everything (and everybody) else for your own laziness."

Gostei do Uncle Bob.

Fábio Novais disse...

Olá, obrigado por ter passado em meu blog. Vi que o seu é sobre um tema beemmm diferente do meu. Tenho a intenção de aprender Java em breve. Quem sabe não possamos trocar idéias.

Abçs